Página InicialImprensaEmpresaInovação de Mercado ajuda Weidmüller a alcançar um crescimento acima da média

Inovação de Mercado ajuda Weidmüller a alcançar um crescimento acima da média

Empresa de engenharia elétrica Weidmüller registou um volume vendas de 640,3 milhões de euros para o exercício de 2013.

 

Vendas aumentaram para 640 milhões de euros

·         Força de trabalho em constante desenvolvimento

·         Tópicos para o futuro: componentes e soluções para a gestão de industrias de processo e   

          automação.            
          Sistemas chave na mão

  

Hannover, 08/04/2014

Empresa de engenharia elétrica Weidmüller registou um volume vendas de 640,3 milhões de euros para o exercício de 2013. Com um aumento de mais de três por cento, a Weidmüller, com sede em Detmold, cresceu mais do que a média da indústria (-1.9% de acordo com ZVEI) pelo quarto ano consecutivo. “Em 2013 estavamos, mais uma vez, capazes de competir com sucesso, no nosso ambiente de mercado” disse o CEO da Weidmüller, Dr Peter Köhler, na conferência de imprensa em Hannover Messe 2014. “O bom resultado foi alcançado através de produtos inovadores e pelo nosso foco nos mercados em expansão,” continuou Dr Köhler. Apesar das previsões para 2014 indicarem um ano difícil pela frente, Dr Köhler considera que os primeiros meses forneceram índices para optimismo: “A carteira de encomendas está em pleno e temos muito para fazer” acrescentou o Presidente.

 

Bons resultados na Europa Oriental e na Ásia

A região da Ásia-Pacífico provou, mais uma vez, ser um mercado dinâmico em 2013 (+7%) e as vendas na Europa também aumentaram ligeiramente (+2%). Os países que tiveram particularmente um elevado crescimento em 2013 foram mais uma vez a Rússia (+43%) e a China (+5%). As vendas na Alemanha também aumentaram ligeiramente no ano passado. “Para além do aumento acentuado nas vendas, nos mercados emergentes, também registamos forte crescimento de vendas em outros países", disse Dr Köhler. No Japão, as vendas aumentaram mais de 50 por cento, enquanto na África do Sul o valor foi mais de 130 por cento: “Isto deve-se a investimentos no mercado das energias renováveis“, explica Dr Köhler. “Estamos particularmente satisfeitos com esta situação, porque com produtos e soluções inovadoras somos capazes de alcançar o sucesso, sem mencionar uma gama diversificada de produtos, que é por si só, um bom prenúncio para o futuro". No geral, as vendas mundiais de componentes e soluções fotovoltaicas quase duplicou.

Aumento de vendas e desenvovimento no mercado global

"No exercício em curso vamos continuar a desenvolver as nossas atividades nas regiões e indústrias emergentes." No ano passado a Weidmüller já começou a investir na expansão de vendas e no desenvolvimento das mesmas: “As nossas novas vendas e escritórios de representação na Dinamarca, Finlândia, Cazaquistão, Azerbaijão e na Tailândia, colocam-nos em estreita proximidade a mercados em crescimento ", explica o Responsável de Marketing e Vendas, Dr Volpert Briel. “Como parte do lançamento do nosso inovador I/O’s - U-Remote, abrimos um novo centro de desenvolvimento em Singapura e uma nova divisão de ‘Eletronic Interface Technology’ na nossa sede em Detmold."

 

Novos objetivos na educação e formação

No final de 2013 a Weidmüller empregava 4.600 pessoas, aumentando assim a força de trabalho em cerca de 200 mulheres e homens. O CEO Dr Köhler está particularmente orgulhoso do grande número de formandos: "200 mulheres e homens jovens estavam em formação na Weidmüller em 2013", disse Dr Köhler. Com uma taxa de formação de 7.5 por cento, a Weidmüller tem mais estagiários do que a média da indústria e treina mais pessoas do que aquelas que realmente precisa. O local central, para fornecer os primeiros passos no mundo profissional, é a Academia Weidmüller, com dez anos de existência, que no ano passado recebeu o prémio 'Place of Progress' atribuído pelo Governo do Estado de NRW. “É precisamente neste mundo globalizado, com as suas novas demandas tecnológicas, que a Academia nos ajuda a treinar os jovens empregados de sucesso da Weidmüller", explica Dr Köhler. "O tema "Engenharia de Sistemas", ou seja, a junção de competências numa fase inicial, de preferência durante a formação, está a tornar-se cada vez mais importante."

Elke Eckstein junta-se ao Conselho Executivo da Weidmüller

Durante a conferência de imprensa foi apresentado o novo membro do Concelho Executivo da Weidmüller, a Drª Elke Eckstein. Foi nomeada Diretora de Operações em Dezembro de 2013 e é responsável pela expansão e otimização das compras, rede de produção, bem como pela qualidade e gestão ambiental. “É a primeira vez que eu trabalho para uma empresa familiar de médio porte e estou emocionada com a cultura de cooperação e melhoria constante", explica a Drª Eckstein. Esta é também uma área em que ela identifica a chave para um sucesso futuro: "Ótimo fornecimento com o mais alto nível de qualidade não é mais um argumento de venda para as empresas, porque isso é atualmente um dado adquirido pelos clientes", continua a Drª Eckstein. "Durante os meus primeiros 100 dias na Weidmüller experimentei essa inovadora paixão e força. Uma vontade de rever criticamente e otimizar processos é uma característica muito acentuada em empresas de médio porte."

 

Estímulo Crescente de gestão de energia e Indústria 4.0

No seguimento do seu compromisso de longa data com a eficiência energética, a Weidmüller está a apresentar uma solução geral para a gestão de energia em Hannover. "Fornecemos uma solução quase única, oferecendo um sistema integrado de componentes de hardware, combinados com software sob medida e serviços de consultoria", explica o Diretor Financeiro da Weidmüller, Dr Harald Vogelsang. "O sistema de gestão de energia dá aos clientes a capacidade de medir e avaliar o seu consumo de energia, desenvolver opções para agir e otimizar energeticamente os seus processos." Gestão de energia já provou o seu valor em instalações de produção da Weidmüller. A Weidmüller também espera um estímulo adicional do mercado da "Quarta Revolução Industrial" ou Indústria 4.0. "Indústria 4.0 não é mais uma visão confinada à engenharia; é cada vez mais uma realidade ", explica Dr Köhler. É agora tempo de acelerar o ritmo do desenvolvimento. "Outros países também reconheceram as oportunidades de desenvolvimento e estão a intensificar os seus esforços em assuntos relacionados com Indústria 4.0", afirma Dr Köhler. "O que é absolutamente necessário ter em mente, para manter a credibilidade da Indústria 4.0, é um trabalho sistemático de desenvolvimento e a contínua implementação de aplicações concretas."